O QUÊ AS VITAMINAS PODEM FAZER POR VOCÊ: COMO PREVENIR-SE DO CÂNCER DE MAMA

Já é fato comprovado que ter uma alimentação saudável ajuda a prevenir diversas doenças. O que alguns não sabem, é que as vitaminas e minerais são de muita serventia no auxílio da prevenção do câncer de mama, devido seu poder de defesa contra as espécies reativas de oxigênio, que são responsáveis por danos ao DNA, regulação da diferenciação celular, tendo como consequência a inibição do crescimento das células mamárias cancerígenas. Logo abaixo, veja alguns exemplos desses micronutrientes e sua ação de combate à doença.

Vitamina A (Retinol): Cenoura crua, brócolis, repolho, couve, batata doce assada, tomate, suco de laranja, entre outros, são alimentos que possuem betacaroteno (provitamina A) em suas composições. Quando ingerido, o betacaroteno se transforma em vitamina A no fígado. Esse nutriente é responsável pelo bloqueio da fase inicial e a promoção da tumorigênese mamária (onde se origina o tumor), atuando também na regulação da diferenciação celular, prevenindo o aumento das células malignas.

Vitamina C (Ácido Arcórbico): Brócolis, pimentão, limão, morango, repolho, couve-flor, tomate, laranja, tangerina, abacaxi, caju, goiaba, couve crua, manga, melão, são alguns dos alimentos que possuem vitamina C em suas composições. Sua ação também se baseia no bloqueio da carcinogênese mamária através da defesa antioxidante, tornando o sistema imunológico mais eficaz.

Vitamina E (Tocoferol): Amêndoas secas, abacate, azeite de oliva, avelãs, manga, batata doce, repolho cru, cenoura crua, alface, espinafre, maçã, banana e pêra, são importantes fontes de vitamina E. Essa substância é um potente antioxidante que ajuda a reduzir a incidência de tumores mamários, protegendo os ácidos graxos da membrana celular, através da interrupção do processo oxidativo.

Selênio: Tendo como principal fonte a castanha-do-Pará, o selênio é um importante componente de enzima antioxidante, que funciona como um agente antimutagênico, ou seja, previne as transformações das células em malignas, graças a sua presença na glutationaperoxidase e na tioredoxinaredutase, enzimas conhecidas por proteger o DNA e outros componentes celulares do dano oxidativo.

Folato: Os aspargos, mostarda, lentilha, couve, brócolis, feijão azuki, couve-flor, alface, espinafre, abacate, papaia, laranja, beterraba, avêlas, amora, nozes, girassol, couve, rúcula, ervilhas, cogumelos, etc, são fontes importantes de folato. A deficiência dessa substância ocasiona a redução da metilação do DNA (processo natural que ocorre na citosina, uma das quatro bases que compõem o DNA - conhecidas pelas letras A, T, C, G - quando essas pequenas moléculas chamadas “grupos metil” agem sobre a citosina - a letra C- o gene fica inativo), aumentando as taxas de mutações através da instabilidade genômica, e dos erros na replicação do DNA, e hipermetila genes de reparo do DNA, causando o desenvolvimento do câncer.



Fontes:

Instituto Nacional de Câncer

Jornada Contra o Câncer

Superinteressante





       
NUTRI NOTICIAS Nº 85
Edições Anteriores
NUTRI NOTICIAS Nº 84
NUTRI NOTICIAS Nº 83
NUTRI NOTICIAS Nº 82
NUTRI NOTICIAS Nº 81
ecoleo CVC
  INSTITUCIONAL JURIDICO CONTRIBUIÇÕES CURSOS BENEFÍCIOS +  
  Quem Somos Atendimento Associativas SindiNutri-SP Convênios LINKS  
  Palavras do Presidente Piso Salarial Sindical Parceiros Hotéis / pousadas CONTATO  
  Diretoria Atual Tabela de Honorários Confederativa Pós-Graduação      
  Colaboradores Convenções/Disssídios Assistencial        
  Estatuto Homologações Dúvidas Frequentes        
  Conheça o SindiNutri-SP            
  Sede São Paulo

Rua 24 de Maio, 104 - 8 andar - Centro - 01041-000
Fones: (11) 3337.5263 / 3338.2539
E-mail: sinesp@sindinutrisp.org.br
Horário de atendimento: 9hs às 17hs00 de 2ª à 6ª
 
2014 - Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo
Desenvolvido por IZ3