SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO NEGLIGENCIA MERENDAS ESCOLARES

Recentemente, o jornal Folha de São Paulo publicou uma denúncia referente a merenda escolar servida na rede estadual de educação, que deixou de seguir o que foi estabelecido pela chef de cozinha Janaina Rueda, no projeto Cozinheiros da Educação, promovido pelo Programa de Alimentação Escolar do Estado de São Paulo. Segundo o jornal, os alunos estão consumindo alimentos industrializados, contrariando a preferência que vinha sendo dada por produtos in natura, e retornando gradativamente ao projeto da Farinata.

As críticas feitas por parte dos pais, revelam a falta de nutrientes e variedade nos alimentos servidos para os estudantes. Cardápios que ofereciam, por exemplo, arroz, feijoada vegetariana, farinha de mandioca e salada de couve, mudaram para arroz com ervilha e farofa temperada. A utilização de almôndegas ao molho pronto e frango com molho rosado congelado, também vem sendo questionado, devido ser contra ao que é indicado no Guia Alimentar para a População Brasileira, elaborado pelo Ministério da Saúde, que orienta o uso mínimo de processados e o não uso de ultraprocessados para consumo.

Segunda a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, a proposta estabelecida para resolver essa questão, será com a abertura da chamada pública para que nomes da gastronomia paulistana voltem a trabalhar em parceria com a rede estadual, orientando as merendeiras no preparo dos cardápios, e sugerindo melhorias na infraestrutura e armazenagem dos alimentos.

Nutricionistas também participarão na confecção dos novos cardápios que vão ser elaborados pelos chef’s de cozinha. Inclusive, o tema principal abordado na reunião foi a importância da atuação dos nutricionistas no preparo e acompanhamento nutricional dos alunos da rede estadual, levando em consideração que a função do profissional da Nutrição, segundo a lei n°8234/91, é de realizar o “planejamento, organização, direção, supervisão e avaliação de serviços de alimentação e nutrição.”
O Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo aguardará mais informações sobre essa mudança prometida para o mês que vem, apoiando todos os projetos que estejam relacionados a Alimentação Saudável, variada e adequada – “Comida de Verdade”.





Fontes:

Folha de São Paulo


Secretaria da Educação do Estado de São Paulo






       
NUTRI NOTICIAS Nº 87
Edições Anteriores
NUTRI NOTICIAS Nº 86
NUTRI NOTICIAS Nº 85
NUTRI NOTICIAS Nº 84
NUTRI NOTICIAS Nº 83
ecoleo CVC
  INSTITUCIONAL JURIDICO CONTRIBUIÇÕES CURSOS BENEFÍCIOS +  
  Quem Somos Atendimento Associativas SindiNutri-SP Convênios LINKS  
  Palavras do Presidente Piso Salarial Sindical Parceiros Hotéis / pousadas CONTATO  
  Diretoria Atual Tabela de Honorários Confederativa Pós-Graduação      
  Colaboradores Convenções/Disssídios Assistencial        
  Estatuto Homologações Dúvidas Frequentes        
  Conheça o SindiNutri-SP            
  Sede São Paulo

Rua 24 de Maio, 104 - 8 andar - Centro - 01041-000
Fones: (11) 3337.5263 / 3338.2539
E-mail: sinesp@sindinutrisp.org.br
Horário de atendimento: 9hs às 17hs00 de 2ª à 6ª
 
2014 - Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo
Desenvolvido por IZ3